Quando se trata de Nossa Senhora os protestantes pegam qualquer frase e colocam fora do contexto para defamar e tentar negar a Virgindade Perpétua de Nossa Senhora.

  • Quando se trata de Nossa Senhora os protestantes pegam qualquer frase e colocam fora do contexto para defamar e tentar negar a Virgindade Perpétua de Nossa Senhora.

    Vamos lá então:


    Lemos no Evangelho:

    “[José] não a conheceu até que deu à luz um filho, e pôs-lhe o nome de Jesus” (Mateus 1:25),

    Este é um hebraísmo traduzido literalmente. Encontramos esta tradução nas bíblias protestantes, geralmente, mas também em algumas bíblias católicas em outros idiomas.
    A frase, em seu contexto hermenêutico, não quer dizer que São José coabitou com a Virgem Maria após o nascimento do Menino Jesus, apenas serve para confirmar que a concepção se deu em estado de virgindade. Afinal, será que São Mateus, escritor deste evangelho, estava preocupado em provar que Maria não permaneceu virgem? Essa certamente não era a intenção. O evangelista apenas afirmou que não houve participação de homem na concepção, e nada mais que isso. A expressão, em si, não indica o que aconteceu depois, não deve ser tomada isoladamente.

    Em outros trechos das Sagradas Escrituras vemos o mesmo recurso linguístico. Cito alguns que constam até nas traduções protestantes:

    “Eu mesmo vos trarei até a velhice, e até vos virem às cãs; eu vos criei e vos sustentarei; eu vos trarei e vos salvarei” – Isaías 46:4.

    Quer dizer que após a velhice Nosso Senhor mudará? Que após nossos cabelos embranquecerem deixará de nos sustentar?

    “[...] Eu estarei convosco todos os dias, até ao fim do mundo” – (Mateus 28:20).

    Após o fim do mundo deixará de estar?

    “Porque é necessário que ele reine ´até que ponha todos os inimigos debaixo de seus pés.`” – I Coríntios 15,25.

    E depois deixará de reinar?

    “[...] os nossos olhos estão fixos para o Senhor nosso Deus, até que tenha misericórdia de nós.” – Salmos 122,2.

    Depois que alcançarmos misericórdia, desviaremos nosso olhar do Senhor Deus?

    Lendo os trechos onde este mesmo tipo de linguagem é empregado, podemos concluir que a tradução mais adequada para este versículo, segundo reta hermenêutica, é: “sem que ele a tivesse conhecido, ela deu à luz o seu filho”.


    Fonte: Associação Cultural Montfort

“Antigamente, as pessoas eram mais resignadas ao sofrimento e à cruz. Hoje, há a ilusão de conseguir vencer o sofrimento, a dor e a morte por meio da tecnologia... e queremos ser felizes aqui e agora. Mas, Jesus nunca prometeu a felicidade aqui, quem promete isso é o diabo.
Padre Paulo Ricardo ”

Hoje é Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017