Como podemos reconhecer o falso dom de línguas?

  • a) Não é entendido por ninguém (I Coríntios 14:28; Isaías 33:19 e 20). I Coríntios 14:28 | Isaías 33, 19-20 |
  • b) Não o é porque o Espírito não habita onde há gritaria (Efésios 4:30 e 31; I Coríntios 14:33). Efésios 4, 30-31 | I Coríntios 14, 33 |
  • c) Ninguém entende e como poderá interpretá-la se a própria pessoa não entende o que fala? (I Coríntios 14:6, 9 e 23). I Coríntios 14: 6, 9 e 23 |
  • d) Não há ordem, todos falam juntos, provocando confusão.
  • e) Ninguém é edificado (I Coríntios 14:9 e 10). I Coríntios 14, 9-10 |
  • f) É usado somente entre os crentes, e somente na igreja.
  • g) Não anuncia o nome de Jesus, não converte almas, só emociona, fazendo com que a pessoa não preste um culto racional a Deus (isto é, dirigido pela razão), mas explora o sentimentalismo de pessoas facilmente emotivas.
  • h) Não há amor, porque há ciúmes e contendas, um crente julgando-se superior aos outros que não aceitam esse suposto dom (I Coríntios 13:4 e 5). I Coríntios 13, 4-5 |
  • O Senhor não imita sons satânicos.

“A Igreja Coluna e Sustentáculo da Verdade, a 2000 anos tem um importante papel de perpetuar a Verdade que Salva e ao mesmo tempo impedir os hereges de diluir esta mesma Verdade em um monte de interpretações individuais.”

Hoje é Sábado, 18 de Novembro de 2017